Impossibilidade de estipulação de convenção arbitral acerca de direitos inquilinários de natureza cogente

 

        “Enquadrando-se a Lei do Inquilinato como lei de ordem pública, haja vista seu manifesto caráter tutelar, por se tratar de diploma que regulamenta interesses públicos, suas regras não podem ser submetidas à arbitragem” (AI 1114160-0/3, 29a Câm. do TJSP, rel. des. Luís Camargo Pinto de Carvalho, j. 31.10.07, v.u., excerto do acórdão).

134 total views, 1 views today

Esta entrada foi publicada em Locação, Jurisprudência, Arbitragem e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta